sexta-feira, 20 de abril de 2012

Hipertensão (Alta Pressão Arterial): Tratamentos Naturais



Confira neste artigo informações sobre esta doenças/problema de saúde bem como alguns tratamentos naturais que poderão lhe ajudar.


SINTOMAS
Pode não haver sintomas, mas, se houverem, podem incluir dores de cabeça, dificuldade em respirar, visão turva, pulso rápido ou uma sensação de tontura.

Sobrepeso pode ser uma das manifestações em um homem de 50 ou 60 anos, que pode ter pressão sistólica tão alto como 200 ou mais.

A hipertensão é também chamada de "assassino silencioso", porque muitas vezes revela poucos sintomas.

CAUSAS
Alta pressão arterial: a pressão do fluxo sangüíneo através das artérias é superior ao que deveria ser, e continua a elevar-se mais que a pressão constante.

Um manômetro de pressão arterial (esfigmomanômetro) registra duas leituras: a primeira e maior é a sistólica, o segundo e menor é a diastólica. A pressão diastólica ocorre imediatamente antes de o coração bater, e é menos importante para a determinação da pressão arterial. Mas a pressão sistólica revela a pressão construída quando o coração bombeia sangue para fora do coração pela aorta (e daí, através das artérias). Alta pressão sistólica indica que as paredes celulares são insensíveis e/ou estão formando placas nas artérias, estreitando a passagem.

A média da pressão arterial sistólica normal em um adulto varia entre 120 e 150 milímetros de mercúrio, e tende a aumentar com a idade. As artérias das pessoas mais velhas tendem a endurecer e engrossar com a idade, e isso produz a maior leitura em fases posteriores da vida.

A idade, em relação aos números, poderia ser: leituras sistólicas de 140-150 em 55 a 70 anos de idade não precisam de ser consideradas altas, mas, ocorrendo em um homem de 30, aponta para um problema definido que precisa de atenção.

A pressão arterial normal para adultos variam de 110/70 a 140/90, enquanto leituras de 140/90 a 160/90 e 160/95 indicam a borda da hipertensão. Qualquer leitura superior a 180/115 é muito elevada.

O endurecimento e entupimento produz alterações nas artérias, produzindo hipertensão, e são causadas pelo envelhecimento, estresse emocional, alimentação, excessos e hereditariedade. O tabaco é outra causa da hipertensão, bem como tomar contraceptivos orais. Beber café ou chá, o abuso de drogas e uma elevada ingestão de sódio são outras causas.

Hipertensão pode resultar em doença arterial coronariana, alargamento do coração ou acidente vascular cerebral. As infecções agudas (tais como amigdalite, escarlatina e febre tifóide), ou infecções focais de amígdalas ou dentes, por vezes, podem levar à doença de Bright (uma doença renal), que é acompanhada por uma elevada pressão arterial. Ataques súbitos de convulsões em gestantes (eclâmpsia), e outras doenças renais de gravidez, geralmente causam a pressão arterial elevada.

Hipertensão primária (cerca de 90% dos casos) não têm uma causa direta. O resto (hipertensão secundária) ocorre como resultado de outras doenças.


TRATAMENTOS NATURAIS

• Excessos habituais, apesar da boa comida, podem levar à hipertensão.

• Excesso de proteínas alimentares, doces, alimentos gordurosos e sobremesas devem ser omitidas, mas a redução de todos os alimentos é especialmente importante.

• Não utilize sal. Isto é essencial para a redução da pressão sanguínea. Leia os rótulos. Muitos alimentos contêm sódio. Procure por "sal", "sódio", "soda" no rótulo. Também evitar MSG (glutamato monossódico), bicarbonato de sódio, sacarina, molho de soja, refrigerantes diets, conservantes, amaciadores de carne.

• Só beba água destilada.

• Elimine todos os produtos lácteos, pois eles são ricos em sódio.

• Não utilize produtos vegetais enlatados.

• Estresse, medo, raiva e dor aumentam a pressão arterial. Exercícios diários adequados, ao ar livre, ajudam a reduzir os efeitos do estresse.

• Coma uma dieta alta em fibra. Inclua farelo de aveia, que parece ser o melhor tipo para os fins que você tem em mente.

• Para óleo, tome 2 colheres de mesa de óleo de linhaça por dia.

• Não use gordura animal de qualquer espécie. Evite comer carnes.

• Não coma chocolate, álcool, abacates, queijos e iogurtes.

• Inclua suplemento de cálcio na sua dieta.

• Evite mais de 400 unidades de vitamina D por dia.

• Beba sumos de vegetais frescos.

• Alho definitivamente reduz a pressão arterial. Na verdade, ele tende a normalizá-la. Em pessoas com pressão arterial baixa, o alho aumenta a pressão. O alho cru e fresco é o melhor.

• Obtenha suficiente repouso durante a noite, e não coma logo antes de deitar.

• Se estiver grávida, verifique a pressão arterial regularmente.

• Não tomar anti-histamínicos.

• Não tome suplementos contendo os aminoácidos tirosina e fenilalanina.

• Mantenha o seu peso baixo. Perda de peso reduz a pressão arterial. Se você estiver com sobrepeso e pressão arterial alta, pode-se fazer um jejum um ou dois dias por semana.

• Quando a situação é crítica, cuidado especial deve ser dado para a bem sucedida recuperação:

- Repouso adequado, tanto físico como mental, é necessário, apesar de que fazer um leve exercício é benéfico para as pessoas com hipertensão moderada. Mesmo as visitas dos amigos e familiares poderão ter de ser restringido ou proibidas por um tempo.

- Gradualmente começar a fazer exercícios leves. Caminhe ao ar livre e gradualmente (lentamente). A cada dia aumente um pouco o tempo gasto em caminhadas ao ar livre.

- Todos os remédios de pressão arterial tendem a ter efeitos negativos. Exercício moderado, repouso, sono e dieta adequada irão proporcionar uma melhor ajuda.

• Hidroterapia vigorosa ou tônica, ou mesmo massagem, não devem ser utilizados. Um banho neutro banho e completo repouso são necessários.

INCENTIVO
Deus pode ajudá-lo a superar suas dificuldades. Ore, converse com ele, exponha seu problema e confie de que Ele fará o melhor para você.

Fonte:  Portal Natural

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário